Além da Imaginação está de volta…

…e deixa Black Mirror no chinelo!

Para quem não conhece, The Twilight Zone, conhecido no Brasil como Além da Imaginação, foi uma série de televisão de 1959. Segundo a wikipedia, a série teve várias tentativas de ser “ressuscitada” ao longo dos anos e agora, em 2019, ganhou uma nova versão narrada por Jordan Peele (o superestimado diretor de Corra! e Nós, mas isso não vem ao caso). A Amazon Prime ganhou os direitos de distribuição para toda a América do Sul, de maneira que os 10 episódios da primeira temporada já estão disponíveis desde a semana passada! Vamos dar uma rápida conferida em cada um deles, sem spoilers:

– Episódio 1: The Comedian
Depois de ter contato com seu ídolo, um comediante de stand-up fracassado começa a fazer sucesso, mas por um preço: as pessoas que são alvo de suas piadas desaparecem. Excelente episódio de abertura.

– Episódio 2: Nightmare at 30.000 feet
Na verdade a refilmagem de um dos episódios da série original, conta a história de um jornalista que embarca em um avião e encontra um aparelho com um podcast bizarro. Na medida em que começa a ouvir o programa, o jornalista percebe que está sendo narrada sua própria história em tempo real, e que a queda do avião onde ele se encontra é iminente. Um dos melhores episódios da temporada.

– Episódio 3: Replay
Uma mãe e um filho negros que tentam chegar na Universidade são perseguidos por um policial racista, mas a mãe logo descobre que sua velha câmera tem a capacidade de rebobinar o tempo. O episódio tinha potencial, mas acaba caindo nos clichês e o final acaba sendo o pior da temporada. Dispensável.

– Episódio 4: A Traveler
É véspera de Natal em uma cidadezinha do Alaska e o xerife local é famoso por sempre perdoar um dos prisioneiros sob sua custódia. O irmão da sargento Yuka está com sorte, já que é o único prisioneiro nas celas… até que um misterioso viajante inesperadamente surge na cela ao lado. Bem vestido e simpático, ele diz apenas que quer ser perdoado pelo xerife.
Episódio tenso, com um final extravagante. Mediano.

– Episódio 5: The Wunderkind
Raff Hanks era organizador de campanha de políticos e tido como “prodígio” por utilizar técnicas avançadas de análise de dados e vencer eleições, até que fracassou em eleger um candidato poderoso e caiu em desgraça. Para dar a volta por cima, ele decide apoiar o candidato à presidência mais inusitado de todos: uma criança de 11 anos. Não chega a ser um episódio ruim, mas está longe de ter o nível de qualidade dos demais. Forte candidato e ser o mais bizarro e ao mesmo tempo, o mais reflexivo de todos.

– Episódio 6: Six Degrees of Freedom
Tudo pronto para a primeira missão tripulada com destino a Marte ser lançada. Mas, minutos antes da decolagem, uma guerra nuclear eclode e a humanidade é extinta. O que os tripulantes devem fazer? Baita episódio, para mim o melhor da temporada, ou ao menos está ali no top 3.

– Episódio 7: Not all men
Após uma chuva de meteoros, todos os homens que tiveram contato com pedaços de rocha vindos do espaço começam a demonstrar comportamentos violentos. Não demora para que as coisas escalem a níveis incontroláveis e Annie tem que encontrar uma forma de fugir dali com sua irmã. Outro episódio tenso, muito bom.

– Episódio 8: Point of Origin
Após sua empregada ser deportada, uma mulher rica é presa sem qualquer acusação. Tudo o que ela quer é voltar para casa… mas onde é sua casa, realmente? Será possível que ela não se lembre? Episódio interessante, com boas sacadas.

– Episódio 9: The Blue Scorpion
Um antropologista com o casamento em crise subitamente encontra seu pai morto. Ao lado do corpo, uma arma com um escorpião azul desenhado. Será possível que seu pai tenha cometido suicídio? Ou foi a própria arma que o matou? Objetos podem ter alma? E por que há uma bala com seu nome escrito no pente? Outro episódio bizarro e tenso, está na média.

– Episódio 10: Blurryman
Adoro metalinguagem, adoro. Quando bem feita, então, sempre rende boas histórias. Esse episódio autoreferencial, além de fechar com chave de ouro a temporada, faz uma justa homenagem à série original. Isso é tudo que vou dizer para não estragar as surpresas.

Mal posso esperar pela segunda temporada!

Anúncios

Deixe uma resposta