Curitiba tem 18 indicações ao HQMIX… e a Quadrinhópole está entre eles!

As votações para o HQMIX 2017 já começaram! Vamos dar uma olhada nos representantes curitibanos deste ano?Uau. Já é o segundo ano seguido que temos indicações bastante expressivas naquele que é considerado o “oscar” dos quadrinhos brasileiros. O veterano José Aguiar recebeu nada menos que seis indicações:

– Melhor webcomic, por “A Infância do Brasil”;
– Melhor edição especial nacional e Melhor Projeto Editorial, por “Coisas de Adornar Paredes”;
– Melhor roteirista, desenhista e colorista, por seus trabalhos lançados no ano;

Bianca Pinheiro também não ficou muito atrás, com quatro indicações:
– Melhor edição especial nacional, por “Mônica: Força”, da MSP;
– Melhor roteirista, desenhista e arte-finalista, por seus trabalhos lançados no ano;

Na categoria de Melhor Publicação Independente Edição Única, temos três indicações que concorrem entre si:
Morte Branca, de Má Matiazi;
Se Meu Cão Falasse Tudo Seria Poesia, dos nossos “parsas” da Dogzilla: Antonio Eder, Carol Sakura e Walkir Fernandes;
Tinta Fresca – Destino Traçado, de Digo Freitas e Vinícius Gressana.

Dois álbuns da Quadrinhópole também concorrem entre si na categoria “Melhor Publicação Mix”: As Histórias Perdidas do Capitão Gralha e Clássicos Revisitados Volume 4: História & Sci-Fi. O Clássicos concorre também na categoria de “Melhor Publicação Mix”.

Finalmente, na categoria “Melhor Evento”, temos mais duas indicações:
– Maltão – Encontro de Ilustradores;
– Bienal de Quadrinhos de Curitiba;

É meio chato ver amigos concorrendo entre si (até mesmo os de outros estados), mas ao mesmo tempo é muito legal que Curitiba esteja representando a produção nacional tão expressivamente. As votações se encerram no próximo dia 29 de julho e a entrega  do prêmio será realizada no dia 17 de setembro, em São Paulo. Estamos na torcida!

 

Anúncios

Deixe uma resposta