Mais um pouquinho sobre o FIQ…

Depois que terminei as postagens fiquei me lembrando de algumas passagens memoráveis que sempre acontecem nos eventos e já meio que virou tradição dos meus relatos aqui no blog. Então, deleitem-se:
– Moço, por quê aquela moça está sem sutiã? – Menina de 5 anos, sobre esse pôster do Joelson Souza.
– Nossa, que legal. Mas você sabe que isso não seria possível, né? – Menina de 14 anos, sobre o mesmo pôster.
– Sim, eu sei.
– Por quê?
– Porque o homem surgiu milhares de anos depois dos dinossauros.
– Muito bem. É que eu tive prova disso ontem.
– Se você ficar sério vai sair sério – André, falando para um guri de 8 anos enquanto faz a caricatura dele.
– Eu sou sempre sério.
– Não é “bom demais”. É “bom DImais”. E não é “Nossa senhora”. É “Nóssenhora”. Uai. – Isabela, no bar, ensinando eu e a Livia a falar mineirês.
– Porra, o André é foda, hein? Tá em BH há 3 dias e já pegou uma mina… – Rafael Fernandes, sobre a Thaís, sem saber que era a namorada do André.
– Nossa, que legal! Vou comprar essa só por causa do nome! Quadrinhópolis! Gostei! – Menina que entrou no estande e comprou a revista sem nem mesmo abrí-la.
– Pô… a Quadrinhópole está rendendo, hein? – Guilherme Kroll, da Balão, ao passar do lado do bar onde estávamos e perceber que eu estava acendendo um charuto.
– No próximo FIQ a gente pega um estande só pro Catitu, o cara é super gente boa.
– Fechou. Hã… mas como vamos comercializar isso?
– A gente cobra pelo direito da pessoa ficar perto dele. – De novo, Rafael.
– Não pode subir no avião com esse banner. – Segurtança do aeroporto, sobre o banner da quadrinhópole.
– Por quê?
– É de madeira, não pode.
– Mas eu vim com ele.
– Nesse aeroporto não pode.
– Mas…
– Não pode.
– #@@#%@#$%#$!!!!!
E agora, fiquem com mais algumas fotinhos:
















Anúncios

Deixe uma resposta