O Sopro do Gjallarhorn: o primeiro romance sci-fi ambientado no sistema TRAPPIST-1

Pois é. Esse negócio de escrever só roteiros de quadrinhos já está meio enchendo o saco. Resolvi, então, começar a arriscar na área de literatura de ficção científica, um de meus temas favoritos. E a melhor parte? Eu não dependo de desenhista! Ou seja, só posso culpar a mim mesmo pelos atrasos. Mas vamos lá, quero falar um pouco sobre esse meu novo projeto para ver se vocês se interessam.

Continuar lendo “O Sopro do Gjallarhorn: o primeiro romance sci-fi ambientado no sistema TRAPPIST-1”

Anúncios