Como foi o FIQ 2018 e algumas reflexões sobre o atual momento no mercado nacional

De 30/05 a 03/06 aconteceu a 10ª edição do FIQ – Festival Internacional de Quadrinhos de Belo Horizonte. Foi minha sexta participação no evento e é interessante notar como certas coisas mudaram de lá para cá, enquanto muitas continuam iguais.

Continuar lendo “Como foi o FIQ 2018 e algumas reflexões sobre o atual momento no mercado nacional”

Anúncios

Cuphead (Ou: não se fazem mais jogos como antigamente)

Eu queria jogar Cuphead desde que vi seu primeiro trailer, há dois anos atrás. O jogo finalmente chegou e virou uma febre instantânea. Mas muitos reclamam de seu nível de dificuldade. Será que o jogo é tão difícil assim, ou nos esquecemos de como era sofrer nos jogos de plataforma?

Continuar lendo “Cuphead (Ou: não se fazem mais jogos como antigamente)”

Quarto Mundo, 10 anos depois: o que mudou para o mercado?

Em novembro próximo fariam 10 anos de criação do Quarto Mundo, um coletivo de autores independentes que se propunham a colaborar mutuamente para tentar contornar as dificuldades do mercado. Será que alguma coisa mudou nesses 10 anos?

Continuar lendo “Quarto Mundo, 10 anos depois: o que mudou para o mercado?”